Dieta dos vikings


A Dieta dos Vikings tem sido muito utilizada ultimamente, sendo uma das melhores alternativas para a perda de peso através de uma alimentação saudável. Também conhecida como dieta nórdica ou escandinava, ela se baseia muito nos costumes alimentares dos povos dessas regiões. Devido aos resultados expressivos ela vem se popularizando no mundo todo.

dieta dos vikings

Nesse tipo de dieta são consumidas grandes quantidades de gorduras saudáveis, frutos do mar e também uma boa variedade de vegetais. Os alimentos mais comuns são salmão, nozes e óleo de colza. Entretanto, muitas pessoas acham essa dieta muito restritiva, pois é proibido o consumo de farinhas brancas, produtos refinados ou qualquer tipo de alimento que seja processado.

Chega até a lembrar um pouco da dieta paleo, onde toda a estratégia alimentar é prescrita com base em alimentação orgânica, abusando sempre dos alimentos da época. Outro alimento que é muito consumido é o bacalhau. Nota-se também grande quantidade de frutos do mar, então se você for alérgico a eles pode ser um pouco complicado seguir a Dieta dos Vikings.

Dieta viking

Acredito que não seja apenas uma dieta de moda, e sim um estilo de vida por completo. As mudanças não são apenas no cardápio, e sim nos hábitos em geral, afetando toda uma rotina convencional. Ao invés de você aproveitar uma promoção no açougue, provavelmente estará em alguma feirinha do bairro comprando alimentos orgânicos. Ou então em uma casa de frutos do mar.

Provavelmente você não deve ter visto nenhuma outra dieta com diretrizes semelhantes. Quando se segue a alimentação viking, o cardápio tem que ser muito bem estudado, pois dentro os 7 dias da semana, 3 deles são incluídos carne, 2 são reservados apenas a frutos do mar, e o restante baseado em um cardápio vegetariano. Alimentos como folhas, legues, nozes, frutas egrãos integrais podem ser consumidos todos os dias.

dieta viking

Benefícios da dieta viking

Um dos mais notáveis benefícios da Dieta dos Vikings é o emagrecimento. Como você deve ter notado, boa parte dos alimentos que contém sódio já são eliminados quando proibimos o consumo de processados. Portanto os benefícios já começam aí, e se você não exagerar no sal durante o preparo dos alimentos provavelmente irá regular a sua pressão arterial.

Outro resultado muito interessante, que é notado nos povos que seguem esse tipo de alimentação nórdica, é a diminuição de casos de câncer. Isso se dá pelo fato do grande consumo de ácidos graxos, que desempenha papel fundamental no combate aos radicais livres. Esses são os principais causadores de mutações cancerígenas nas células do nosso organismo.

Além dos já citados, temos outros benefícios:

  • Diminuição do colesterol;
  • Melhora no raciocínio devido a alta taxa de ômega-3 nos alimentos;
  • Aumento no consumo de frutas e legumes;
  • Cardápio repleto de proteínas de alto valor biológico;

Dieta dos Vikings Emagrece?

Sim, emagrece bastante. Apesar de haver carboidratos nessa dieta, a maioria são de fontes integrais, então isso contribui muito na redução do peso. Além disso os grãos e gorduras saudáveis acabam proporcionando maior saciedade entre as refeições. Assim você costuma se alimentar só com o necessário, e não vai sair correndo atrás de alguma guloseima quando estiver ansioso.

Aliada com alguma prática de atividade física, por menos intensa que seja, pode ser uma excelente alternativa para queimar aquelas gorduras localizadas. Apesar de alguns estudos apontam que a Dieta Viking emagrece mais rápido que as convencionais, para nós brasileiros é um pouco complicado aplica-la no dia a dia.

A Dieta dos Vikings não é impossível, mas precisa ser muito determinado para não fugir do cardápio. Primeiramente porque nem todo mundo costuma consumir frutos do mar, ou se quer sabe como escolher esse tipo de alimento. Segundo que pode ser um pouco estranho um brasileiro olhar para o prato e não ver um arroz, feijão ou macarrão, que são os principais alimentos consumidos.

Cardápio

Talvez esse seja um dos cardápios mais restrito das dietas que eu conheço. Entretanto eu me refiro aos tipos de alimentos, e não na sua variedade. Por exemplo: tem que comer muito peixe, mas não precisa ser apenas salmão.

  • Grãos integrais e ricos em fibras compõem grande parte do cardápio viking. Assim é comum boa parte da alimentação conter aveia, cevada e centeio.
  • Abuse de raízes e leguminosas, como batatas, mandioca, beterrabas e cenouras.
  • Nessa alimentação não se utiliza o azeite de oliva. Assim a alternativa é cozinhar com o azeite de colza. Ele é menos insaturado e mais rico em ômega-3.

Dieta dos Vikings vale a pena?

Sim, é uma dieta muito saudável e nutritiva, um pouco fora do convencional, mas que funciona muito bem. Se o seu foco é perder peso sem ter que se entupir de comprimidos ela vai te ajudar bastante.

Quem procura ganhos de massa muscular de forma seca, ou seja, sem adquirir gordura corporal junto do processo, a Dieta viking se mostra muito eficiente. O alto consumo de gorduras de alto valor biológico consegue aumentar um pouco a produção natural de testosterona. Além disso boa parte dos alimentos são uma grande fonte de proteínas.