Creatina

A creatina é um suplemento muito famoso entre atletas e praticantes de atividade física, e também um dos suplementos mais estudado e testado em diversos experimentos na área da saúde. Quem faz uso da creatina normalmente tem como objetivo o ganho de massa muscular e um melhor desempenho nas atividades físicas. Mas o que é a creatina? Para o que ela realmente serve? Iremos dar mais detalhes ao longo deste artigo.

creatina

O que é a Creatina?

A creatina é um composto de aminoácidos não essenciais, ou seja, ela é produzida pelo nosso organismo. A creatina endógena é sintetizada no fígado e rins e para que isso ocorra ela necessita dos aminoácidos arginina, glicina e metionina. Então, é transportada e armazenada principalmente na musculatura esquelética, cerca de 95% no total.

Como funciona a Creatina?

Através da contração dos músculos do nosso corpo é gerado energia pela molécula adenosina trifosfato (ATP). O ATP fornece essa energia e libera uma das suas moléculas de fosfato, nisso ele se transforma em ADP. Porém, nosso corpo tem uma limitação no fornecimento de ATP. Então, os músculos produzem ATP através da fosfocreatina ou fosfato de creatina, que funciona da maneira seguinte, o fosfato de creatina doa uma molécula de fosfato para o ADP, que se transforma em ATP, assim, o ciclo da contração muscular ocorre novamente. A maior quantidade de síntese de ATP evita que seu corpo faça o uso de outro tipo de energia, a glicólise. Esse tipo de energia utiliza o ácido lático como co-produto, que quando se acumula em altos níveis no músculo promove a fadiga muscular, diminuindo o seu desempenho durante a atividade física.

Para que serve a Creatina?

A creatina irá promover o aumento no ganho de massa muscular, através desse aumento você terá uma resistência maior e um melhor desempenho nas suas atividades físicas, principalmente quando o assunto é musculação. A creatina é essencial no processo de fortalecimento e ganho de força, além de te dar mais energia e disposição para se exercitar cada vez mais.

Efeitos colaterais da Creatina

O principal efeito colateral da Creatina é retenção de líquidos, ou seja, os seus músculos ficarão inchados. Por isso algumas pessoas têm em mente que quando param de tomar creatina por um dia os músculos diminuem. Na verdade, esse pensamento é errôneo, pois o que você estará perdendo será o líquido acumulado e não a massa muscular adquirida. São raros os efeitos colaterais da Creatina quando utilizada corretamente, mas quando utilizada em excesso pode ocorrer:

  • Náusea
  • Diarreia
  • Dor no estômago
  • Vômito
  • Alterações hepáticas

Existem muitas controvérsias sobre o uso da creatina. Alguns especialistas apontam que quando utilizada em muito excesso, a creatina pode levar a insuficiência renal e causar toxicidade nos rins. Por isso, é importante que antes de iniciar o uso da creatina você procure orientações de seu médico para maiores informações.

Como usar e tomar a Creatina?

Além do nosso corpo sintetizar, alguns alimentos possuem a creatina, como a carne vermelha, aves e peixes, mas a quantidade que eles possuem de creatina são poucas e podem não ser o suficiente, sendo necessário a suplementação dessa creatina. No Brasil, a indicação do uso da suplementação de creatina feita pelo Ministério da Saúde é de 3 gramas por dia.