BCAA

O BCAA é um dos suplementos mais vendidos no Brasil, sendo muito conhecido e utilizado por atletas e praticantes de atividade física. Os benefícios dessa suplementação são famosos, mas apesar disso, o BCAA tem causado muitos debates por causa de algumas controvérsias, sendo que existem pessoas que afirmam que ele funciona e outras já dizem que não. Mas afinal, usar ou não usar o BCAA? Iremos tirar algumas dúvidas neste artigo.

bcaa

O que é?

“Branch Chain Amino Acids”, mais conhecido por sua sigla BCAA, tem como tradução “aminoácidos de cadeia ramificada”. O BCAA é formado por três aminoácidos essenciais (nosso corpo não produz), que são a Valina, a Leucina e a Isoleucina. Apesar de alguns alimentos conterem BCAA em sua composição, estudos afirmam que a suplementação pode ser importante para nossa saúde, já que dependendo a sua alimentação diária a ingestão de BCAA pode não suprir a quantidade necessária de aminoácidos que o corpo precisa.

Para o que serve?

O BCAA tem seus benefícios comprovados através de estudos científicos feitos na maior parte das vezes em atletas. Ele pode ajudar na recuperação de lesões causadas durante o treino pelo estado de catabolismo (processo de degradação da massa muscular) e fortalecer o seu sistema imune, evitando infecções comuns em atletas que praticam exercícios de alta intensidade. Além de causar o aumento de massa magra, graças a melhora no desempenho durante o treino que ele causa. Em resumo, o BCAA serve para:

  • Ajudar na manutenção e construção de massa magra.
  • Ajudar a estabilizar o açúcar sanguíneo.
  • Evitar a degradação de proteínas.
  • Fortalecer o sistema imunológico.
  • É indicado para atletas de alta intensidade por fortalecer o sistema imune e evitar as infecções causadas após provas de longo tempo.
  • Promover mais energia e disposição.
  • Tem ação mais rápida no organismo do que outros suplementos.
  • Promover a síntese proteica (processo em que as células produzem novas proteínas).
  • Melhorar o desempenho durante o treino, causando a hipertrofia (aumento de massa magra).

BCCA funciona?

A controvérsia que o BCAA causa existe pelo fato de que a quantidade ingerida pelos atletas em alguns dos estudos feitos com esse suplemento é bem maior do que costuma ser indicada, fazendo com que o custo para ingerir a “dose ideal” seja maior do que a ingestão de Whey Protein, que pode ser uma opção com um custo benefício melhor. Já vimos que o BCAA funciona, o mais difícil é chegar a uma conclusão se seu uso é realmente necessário ou não. Isso pode variar de pessoa para pessoa, o mais ideal é verificar a sua necessidade e sua alimentação, pois o uso de BCAA pode trazer benefícios e ser muito importante para o nosso corpo.

Efeitos colaterais

Não existem relatos de que o BCAA possa ser prejudicial à saúde. Mas como todo aminoácido, ele também não deve ser usado em excesso. Para não correr riscos de prejudicar sua saúde, procure um médico ou especialista e peça orientações antes de iniciar o uso.

Como tomar?

Não há estudos feitos sobre o melhor horário para se tomar o BCAA, mas pelo o que sabemos, tomar antes do treino pode ajudar a regular os níveis de cortisol liberado no sangue durante o estresse causado pelo exercício. O cortisol pode promover a degradação da massa muscular (catabolismo). Além disso, por ser fonte de energia, você terá mais disposição e não sofrerá com a fadiga muscular. Após o treino, o seu corpo necessita absorver os nutrientes gastos e recuperar a musculatura lesionada, fazendo com que a absorção e a síntese de proteínas do BCAA seja mais rápida. Com isso, pode facilitar o ganho de massa muscular.